La Tomatina, a guerra de tomates da Espanha

Buñol, na região espanhola de Valência, é sede de uma das festas mais divertidas (e controversas) das muitas que a Espanha possui: a Tomatina.

Caminhões cheios de tomate
Caminhões cheios de tomate

A festa ocorre sempre na última quarta feira de agosto de cada ano, e neste ano, foi realizada no último dia 26, quando a festa completou 70 anos. Participam do evento cerca de 50 mil pessoas procedentes de todos os lugares do mundo e juntas “batalham” armadas com cerca de 120 toneladas de tomates.

No meio da batalha de tomates
No meio da batalha de tomates

No dia anterior, a partir das 18 horas, há concursos, atividades culturais e dj’s para dar inicio a animação de todos até o início da Tomatina. Na manhã seguinte, os organizadores dividem as mais de 100 toneladas de tomates, em seis caminhões, que se movimentam pela Calle São Luis e a Plaza del Pluebo, onde a festa tem início. As 10 da manhã começa o Palo Jamon, um pau de sebo com uma perna de presunto presa na ponta, em que as pessoas tentam subir para pegar, e logo após, as 11 horas estouram os fogos que dão início a batalha de tomates que dura aproximadamente uma hora.

É cada um por si.
É cada um por si.

Desde 2013 a prefeitura de Buñol instituiu o pagamento de um entrada de 10 euros para participar do evento. A Tomaitna tem algumas regras como não rasgar nem arremessar roupas, ou utilizar botas e objetos muito pesados que possam machucar os participantes, também é sugerido que se esmaguem os tomates antes de arremessá-los. A sugestão é para ficar hospedado em Valência e passar o dia na cidade de Buñol, o trem é uma ótima opção para se ir de uma cidade a outra, são apenas 45 minutos de viagem e os trens partem pela manhã cedo.

Tomatina em Buñol
Tomatina em Buñol

Depois da festa, vale uma visita pela cidade, onde você poderá conhecer o  El Castillo de Buñol , uma fortaleza em ruínas da época do século XVI e a Ermita de San Luis Beltrán. Não deixe de aproveitar também para apreciar a culinária espanhola, influenciada pelo mar e pelos sabores do interior do país. Da influência costeira vem o arroz com verduras e frutos do mar, a famosa paella, e do interior a sugestão vem da caça, como tortas de carnes de galinha e outros animais.

Anúncios

Um comentário sobre “La Tomatina, a guerra de tomates da Espanha

  1. clagare disse:

    Magnifico reportaje. Recomendarles en todo caso visitar Buñol en cualquier época del año. Además del Castillo, el Barrio Antiguo, el Auditorio de Música, etc. Contamos con una naturaleza privilegiada para disfrutar con simples paseos e incluso con deportes de aventura. Quedaran encantados si se alojan en Vanta Pilar, Posada de más de cien años, conservada generación tras generación por sus propietarios o en el confortable y cálido Hotel Condes de Buñol, además de casas rurales. Aquí podéis apreciar algunas imágenes bellísimas https://turismobunyol.wordpress.com/fotografias/

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s